domingo, 25 de outubro de 2015

Colônia de Pescadores de Tutóia

Papai, Manoel Félix da Silva, além de pescador, passou a ser fazendeiro de bode, que antes só tinha de criador o senhor Egídio Conceição, e por pouco não se aposenta como lavrador. Explico: a Colônia de Pescadores, com a titulação de Z-12, foi criada em 14 de junho de 1929. Papai participou de sua criação, junto com mais três amigos. Papai sendo o da frente. O primeiro da aposentadoria. Mas, quando foi para ele se aposentar, como só estava tendo esse direito quem era lavrador, homem do campo, Manoel de Jesus da Silva, o Manoel Braulino, sobrinho de papai, que mexia com política, que até concorreu à Prefeitura de Tutóia, nas eleições de 1969 e 1972, se lembrou que papai tinha 29 pés de cocos botadores como esses que eu tenho em meu terreiro, e, que por isso, poderia se aposentar como lavrador. Mas, o capitão Orlando Santana, da Capitania dos Portos, que era muito amigo de papai, informou que dentro de breves dias seria a vez do pescador se aposentar igualzinho como os mesmos direitos do lavrador. O capitão Orlando Santana foi à Colônia dos Pescadores e preparou o terreno para a aposentadoria de papai.
Naquele tempo, tinha essa Colônia Z-12 aqui e ia se ter outra em Barreirinhas. Então, entra Paulino Neves como cidade e surge a Colônia de Pescadores de lá. Hoje tem mais essas Colô-nias de Pescadores, de Paulino Neves e de Água Doce. Antes ia se ter apenas em Araiozes. Por conta da entrada dessas Colônias de Pescadores, a nossa pulou de Z-12 para Z-17. Em 1962, a Colônia de Pescadores parou de funcionar. Com a chegada do padre Hélio Maranhão, em 13 de maio de 1964, em Tutóia, ele chamou o Nelson, meu irmão, para reorganizá-la e ser seu presidente. Nelson botou a Colônia de Pescadores novamente em pé, como está até hoje. Em 1969, o padre Hélio Maranhão fez a doação de um terreno para ser a sede própria da entidade, que funciona na Rua Dr. Paulo Ramos. A Colônia é ligada à Federação - Fecopema e à Confederação. Os sócios pagam uma taxa mensal.

(Trecho do livro Luís Stauta - o Homem e o Mar de Tutóia, a sair em breve, de autoria do jornalista e escritor Kenard Kruel)

Nenhum comentário: