quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

David de Aguiar

David Machado de Aguiar (na foto com Gracy Aguiar, sua avó), filho de José Lopes de Aguiar e de Flor de Lys Machado de Aguiar, nasceu em 9 de março de 1949, em Teresina. Artista plástico. Era irmão de Marcos, Guilherme (falecido), Francisco, Deolindo, Eurípides (Reco) e Paulo de Aguiar.

Casado com Maria Helena Mendes de Aguiar. Filhos: Leandro Mendes de Aguiar (1º casamento) e Lys Belfort de Aguiar (2º casamento).
Em 1967, foi estudar o científico em Belo Horizonte - MG, onde começou uma rápida carreira de cartunista e ilustrador. Iniciou no jornal o Sol como ilustrador e, em pouco tempo, já havia conseguido espaço para colocar, diariamente, o primeiro personagem que criou o Zé Cascavel. Em suas aventuras, Zé Cascavel, através de seu criador, sempre lembrava o Piauí, particularmente, Teresina. Já familiarizado coma pintura desde criança, logo foi-se afastando dos jornais e, cada vez mais, dedicando-se a arte das cores. Neste período, pintou centenas de quadros, entre os quais, vários sobre temas piauienses. A maioria dessas obras está em mãos de colecionadores mineiros. Alguns estão expostos no casarão de Genu Moraes, sua prima.
Depois desta fase, decidiu morar em Ouro Preto, histórica cidade mineira de belas igrejas e românticas ruas tortuosas. Praticamente, pintou tudo que viu em Ouro Preto,sempre vendendo os quadros para turistas de todo o Brasil.
Em 1971, saudoso, volta a Teresina e continua pintando. Nesta fase, vendia poucos quadros. A maior parte, presenteava a amigos.
A partir de 1974, diminuiu o ritmo da pintura e ingressou na Universidade Federal do Piauí, onde cursou dois períodos de Ciências.
Em 1976, abandonou Ciências e foi estudar Engenharia na Universidade de Fortaleza, onde cursou até o penúltimo período, quando foi assassinado, em 1º de janeiro de 1981, na cidade de Fortaleza - CE. Está sepultado na cidade que sempre amou: Teresina.
Há pouco tempo, Durvalino Couto realizou um filme documentário sobre David Aguiar.
Em sua homenagem temos a Rua David Aguiar, no Bairro Matadouro. Zona Norte. Decreto 637/85. CEP: 64.004-210.

3 comentários:

Mário Roberto Silva disse...

Nós nos conhecemos ainda crianças, quando éramos vizinhos no bairro Matadouro, ou hoje Pirajá, não sei ao certo, pois estou há muito tempo sem voltar ao Piauí. Logo que chegamos a Teresina em 1955 o Zé Aguiar e a Flor de Lis foram nos visitar, pois ambos eram amigos de meu pai desde jovens. Foi quando conheci os meninos - David e Eurípides. Papai nos matriculou na mesma escolinha para alfabetização, era da Dona Nicotas e sua irmã Maroca, próxima da então Escola Modelo. Depois convivemos na juventude quando eu, já estudante de arquitetura, passei algumas férias com ele, em sua casa, ainda no mesmo bairro. Desenhávamos juntos desde criança e lembro que o Reco também era bom desenhista, embora talvez nunca tenha se dedicado muito à arte. David era um menino destemido, bom de briga, movimentado e um amigo incomparável. Ele também esteve algum tempo em Brasília, com o Neto. Minha família recebeu com forte impacto a notícia da sua morte. Quando estive em Teresina a trabalho, poucos meses depois do seu falecimento, procurei o Eurípedes, que me levou, a pedido meu, até o São José para visitar a sepultura do David. Ali depositei com grande emoção, em seu singelo repouso de azulejos azuis, uma braçada de lírios brancos. Mário Roberto

Kenard Kruel disse...

muito obrigado por suas palavras, amigo Mario Roberto Silva. que novas informações sejam prestadas sobre o nosso David Aguiar.

Fatima Starr disse...

Grande David! Tenho pensado muito nele esses dias.Fomos amigos por pouco tempo, senti muito a sua brutal morte.Que Deus o tenha em um bom lugar!