sábado, 29 de agosto de 2009

Enquanto isso, na Academia Piauiense de Letras...

Luiz Mott. Foto sem crédito.

O presidente da Fundação Cultural Monsenhor Chaves e editor da Oficina da Palavra Cineas Santos, por solicitação da Academia Piauiense de Letras, vai coordenar a coleção denominada "Grandes Textos". Os autores selecionados terão seus livros impressos numa tiragem de mil exemplares, recebendo, como pagamento pelos direitos autorais, dez por cento do impresso (100 livros). O paulista baiano Luiz Mott, com o seu Piauí Colonial, está nessa. Eis a autorização abaixo:

Prezado Cineas - Saudações! Ótima noticia, pois sempre recebo pedidos do meu livro que está ultra esgotado Piauí Colonial. Claro que autorizo sua reedição e aceito a proposta de receber 100 exemplares. Como será esta reedição: facsimile ou vai ser digitado de novo? Gostaria de ver as provas finais. Sucesso! Abraço amigo, Luiz Mott: luizmott@oi.com.br

Um comentário:

Portal do Sertão disse...

Querido Kenard:
O Mott nasceu em São Paulo, capital.
beijos e abraços
do Joca Oeiras, o anjo andarilho